SANTA CASA

Ministério da Saúde assegura repasse extra de R$ 4,9 milhões para a Santa Casa de Paraíso

Por: Redação | Categoria: Saúde | 30-06-2017 13:06 | 2532
A medida foi assinada no dia 29 de junho pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, após reunião de trabalho com o deputado federal Carlos Melles (DEM-MG)
A medida foi assinada no dia 29 de junho pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, após reunião de trabalho com o deputado federal Carlos Melles (DEM-MG) Foto de Arquivo “JS”

O Diário Oficial da União trouxe na edição de sexta-feira (30/06), a publicação da Portaria 1629 do Ministério da Saúde que estabelece o montante anual de R$ 4,9 milhões para a Santa Casa de São Sebastião do Paraíso, para serviços de atenção à saúde de média e alta complexidade. É um aporte mensal, divido em 12 meses e pago em parcelas de R$ 413 mil. 
A medida foi assinada no dia 29 de junho pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, após reunião de trabalho com o deputado federal Carlos Melles (DEM-MG), que ficou responsável pela ação política junto ao Governo Federal após uma ampla reunião na Santa Casa, onde estava presente o secretário de Atenção à Saúde do Ministério, Francisco Figueiredo, num encontro com toda a comissão interventora do Hospital, além do prefeito Walker Américo Oliveira, nove vereadores, e o deputado estadual Antônio Carlos Arantes, numa demonstração de unidade em torno da causa da Santa Casa, que enfrenta uma séria crise financeira.
“Na verdade, desde que houve a intervenção na Santa Casa – em dezembro de 2016, estamos trabalhando numa parceria forte e tivemos seguidas audiências no Ministério, e desde então houve uma receptividade muito grande do ministro Ricardo Barros e do secretário Francisco Figueiredo. Ou seja, fizemos uma ação política consistente e a Santa Casa mostrou competência com o encaminhamento técnico da demanda”, pontuou Melles, enfatizando a importância dos recursos para a retomada do hospital. 
Adriano Rosa Nascimento, interventor que assumiu com a missão de recuperar as contas e ampliar os serviços frente a enorme estrutura regional da Santa Casa, comemorou a conquista. “Mostramos união de lideranças e agradecemos ao deputado Melles, pois temos ciência no valor da ação política realizada e que se traduz num impacto excepcional, um passo muito importante nesta nova fase da Santa Casa”, diz. “Conseguimos a qualificação de 30 novos leitos clínicos de retaguarda, e reclassificação de 30 leitos antigos na UTI, e a classificação de 10 leitos existentes”, explica o interventor.
Como a Santa Casa é referência do SUS para uma ampla região, especialmente na área cardiovascular com o Hospital do Coração, outras demandas foram encaminhadas ao Ministério da Saúde. “Temos uma pauta desafiadora, precisamos nos manter unidos, não vamos admitir que erros do passado recente coloquem a Santa Casa e o Hospital do Coração em risco”, frisou Carlos Melles.