JACUÍ

Pedreiro morto em soterramento é sepultado em Jacuí

Por: João Oliveira | Categoria: Acidente | 12-11-2018 17:55 | 14387
Marcelo dos Santos Almeida “Marcelo Carroça”
Marcelo dos Santos Almeida “Marcelo Carroça” Foto de Reprodução

Foi sepultado na manhã de ontem (13/11) em Jacuí, o pedreiro Marcelo Luiz de Almeida, de 30 anos, que morreu no final da manhã segunda-feira em um acidente. O caso foi registrado em uma propriedade rural no município de Jacuí quando a vítima, em companhia de outro colega de profissão, trabalhava na construção de um lavador de café. Ao entrar em um vão entre um muro de arrimo e um barranco, o barranco cedeu soterrando Marcelo parcialmente, que não resistiu a ferimentos e veio a óbito no local.

O pedreiro, que morava em Jacuí e era bastante conhecido no município pelo apelido de "Marcelo Carroça", trabalhava na construção de uma estrutura de lavador de café no momento que aconteceu o acidente. A estrutura ficava em frente a um paredão de aproximadamente sete metros de altura, que cedeu após o homem se colocar entre o muro e a parede de terra. Seu colega de trabalho tentou socorrê-lo, mas não consegui retirar a vítima a tempo, que não resistiu e faleceu no local.

Uma equipe do 2º Pelotão de Bombeiros Militares de São Sebastião do Paraíso foi acionada para realizar o resgate do corpo. Segundo os socorristas, no local encontrava-se a vítima soterrada parcialmente e o local corria risco de novo deslizamento. Foi preciso isolar a área para a segurança dos trabalhos dos bombeiros militares.

Um engenheiro civil da prefeitura de Jacuí foi acionado a comparecer ao local para avaliar a estrutura de arrimo que ficou comprometido devido o deslizamento de terra.

Uma retroescavadeira auxiliou nos trabalhos de resgate do corpo da vítima. Ainda, conforme os bombeiros, o local precisou ser interditado porque, segundo o engenheiro, a estrutura encontrava-se comprometida, o talude desestabilizado e o local oferecia riscos de novos deslizamentos. Marcelo deixou dois filhos e esposa.