FUMACÊ

Caminhonete do fumacê atinge residência em Paraíso: causa seria pneu estourado

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Acidente | 14-03-2019 17:02 | 16322
Foto de Reprodução Rede Sociais

Um acidente envolvendo um veículo do Estado que presta serviços de fumacê em São Sebastião do Paraíso, foi registrado no início da manhã desta quarta-feira (14/3). Segundo informações o estouro de um dos pneus traseiros na caminhonete fez com que o condutor perdesse o controle da direção e atingisse uma residência. O muro da casa também foi atingido e o veículo ficou bastante danificado, enquanto que o condutor teve ferimentos leves.

O acidente ocorreu pouco depois de uma forte pancada de chuva que deixou o asfalto bastante escorregadio. O caso foi registrado na rua Geraldo Marcolini nas proximidades da Vila Radaelli região que dá acesso a área central da cidade pouco depois das seis horas da manhã.

O secretário municipal de Saúde, Wandilson Bicego disse que estão sendo tomadas as providências por parte do Município e do Estado para sanar os prejuízos causados. “Estivemos lá no local para acompanhar a situação e ajudar no atendimento ao motorista que felizmente teve apenas um arranhão na testa”, informa o secretário.

Com a colisão o veículo atingiu o muro, que afetou parte da residência, sendo que a caminhonete ficou bastante danificada.

O secretário estava em Alfenas quando falou com a reportagem no início da tarde sobre o assunto. Ele confirmou que o veículo pertence ao Estado e que está cedido ao Município para os trabalhos de combate ao mosquito da dengue. “Falei mais cedo com a Superintendência Regional de Saúde e fomos tranquilizados em relação aos reparos que serão feitos”, disse.

Wandilson comentou ainda que “com o estouro do pneu em seguida houve o travamento da direção e o motorista ficou sem controle atingindo o muro e a casa”, acrescenta. Segundo a policia houve o acionamento do dispositivo air bag.

Ainda conforme o secretário de Saúde, o motorista tinha ido retirar o veículo no pátio e fez o abastecimento para mais um dia de trabalho. “Ele estava sozinho e seguia para o Setor da Vigilância onde pegaria outros funcionários para seguir ao serviço que tem sido feito todos os dias”, detalhou.

Em virtude do acidente o atendimento com o fumacê que está sendo realizado em várias regiões da cidade continuará sendo feito com apenas uma caminhonete. “O trabalho continua mais lento, até que o veículo danificado seja consertado, ou que venha outro se for o caso”, completa.

Wandilson confirmou informação obtida pela reportagem do “JS” que nas últimas semanas foram registradas ocorrências de pessoas que lançaram objetos contra os veículos do fumacê que estão atendendo a comunidade. Os casos teriam ocorrido nos bairros São Judas e San Genaro e foram registrados boletins de ocorrência.

Em um das situações a agressora aparentava sofrer problemas mentais. “Felizmente o trabalho continua sendo feito e já apresenta os primeiros resultados desejados com a redução dos casos de notificação de dengue. Precisamos continuar com as medidas preventivas, limpezas de terrenos, dos quintais e demais ações necessárias”, finaliza.