MAIS GENÉTICA

Programa "Mais Genética" é lançado em Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 15-06-2019 11:27 | 8447
Durante o lançamento do programa foram apresentados números já alcançados pelo Mais Genética
Durante o lançamento do programa foram apresentados números já alcançados pelo Mais Genética Foto de Roberto Nogueira

O Programa Mais Genética, está disponível para o produtor de leite no município de São Sebastião do Paraíso, desde meados desta semana. A iniciativa tem por objetivo oferecer melhoria na qualidade genética de bovinos com a oferta de um banco de sêmem e toda estrutura para a inseminação.

O programa foi disponibilizado ao município através do deputado Emidinho Madeira, em parceria com o Governo do Estado em conjunto com órgãos como a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/MG) e envolve a Câmara e a Prefeitura.

O evento de lançamento ocorreu no plenário da Câmara Municipal e teve a presença do presidente da casa, Lisandro Monteiro, dos vereadores Luiz de Paula e Ademir Ross. Pela Prefeitura compareceram a vice-prefeita, Dilma Oliveira, a secretária municipal de Desenvolvimento Agropecuário Yara de Lourdes Souza, o chefe de Departamento Agricultura, Marco Aurélio Alves de Paula e equipe. Também estavam presentes produtores e representantes das associações de produtores rurais de Paraíso.

O programa visa à melhoria da qualidade genética dos bovinos e da bacia leiteira de São Sebastião do Paraíso e prevê a formação de inseminadores e a montagem de uma infra-estrutura que abrange desde a doação de botijões de sêmen, instrumental de inseminação e material genético para o município. Os produtores são beneficiados gratuitamente.

O trabalho é desenvolvido na região por iniciativa do deputado federal Emidinho Madeira (PSB), e coordenado pelo Governo de Minas Gerais. A ação acontece em parceria com as prefeituras e com apoio de órgãos como Emater-MG e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais - Campus Muzambinho.

O presidente da Câmara, Lisandro Monteiro recepcionou a equipe de assessores do deputado e também os demais convidados e destacou a importância do programa para os produtores do município.  "Com o lançamento do Programa Mais Genética haverá um grande benefício aos produtores rurais de nossa Paraíso. Quero agradecer a todos que fizeram parte desse programa que vai mudar a genética no nosso município", afirmou Lisandro. Ele disse ainda que tem reivindicado do deputado que "outro grande sonho nosso é adquirirmos um triturador de entulho é mais uma prioridade que estamos batalhando", acrescentou.

Para o vereador Luiz Benedito de Paula, que é presidente da Comissão de Agricultura, Indústria e Comércio da Câmara o lançamento do "Mais Genética" em Paraíso é uma data muito importante. "Será um grande benefício a todos os produtores de leite a proposta do melhoramento genético. O programa aqui para a nossa região será um sucesso, sugiro a todos os produtores que façam parte". O vereador Ade-mir Ross agradeceu o empenho dos envolvidos para que o programa pudesse chegar até São Sebastião do Paraíso. "Foi um longo caminho, de muito trabalho, espero que todos os produtores possam se beneficiar.

Os interessados, as comunidades e bairros rurais devem procurar a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e se cadastrarem".

Conforme a secretária Yara Borges o programa é destinado principalmente aos pequenos produtores de leite do Município. No caso das grandes propriedades poderão receber até 30 doses de sêmen por ano. Não há limites para pequenos e médios produtores. "Basta que o interessado vá até a Secretaria de Meio Ambiente para se cadastrar e nós disponibilizaremos um inseminador que irá até a propriedade para realizar a inseminação, com custo zero ao produtor rural" anuncia.

De acordo com o chefe do Departamento Municipal de Agricultura, Marco Aurélio Alves de Paula todo o material genético disponibilizado é oriundo de animais já testados. O sêmens são das três principais raças leiteiras Holandesa, Girolando e Gir Leiteiro. Ele esclarece que o programa trará benefícios diretos aos produtores de leite, principalmente em relação ao melhoramento do rebanho. "Certamente vai agregar maior valor porque ele terá um animal de qualidade, vai valer mais, vai consumir o mesmo alimento que o outro consumia e produzirá mais leite, trazendo uma renda melhor ao produtor", explica.

Segundo levantamentos em apenas dois anos o Mais Genética já pode ter gerado renda em torno de R$ 15 milhões com a expectativa de nascimento de 10 mil crias entre machos e fêmeas dentro do prazo de um ano.

Foram apresentados números do programa onde consta no período a aquisição de 24 mil doses de sêmem, 13 mil vacas inseminadas. O relatório apresentado também indica que foram distribuídos 63 botijões de sêmem, 57 motos para deslocamento dos inseminadores, sendo 73 profissionais desta área foram capacitados.

O programa teve início em 2016 tendo já registrado o nascimento de centenas de bezerros após as inseminações já realizadas em vários outros municípios participantes do "Mais Genética" na região.

Lideranças e representantes do setor participaram do lançamento do programa de melhoramento genético no município