COLUNA MG

Safra de café tem reforço na segurança

Rede de Notícias do Sindijori MG www.sindijorimg.com.br
Por: Redação | Categoria: Brasil | 25-07-2019 11:01 | 3882
Foto de Reprodução

Safra de café tem reforço na segurança
Em virtude do período da safra de café, a Polícia Militar permanece com a intensificação do policiamento na zona rural de Manhuaçu. A Operação Safra Segura é desenvolvida pelo 11º Batalhão através do reforço o efetivo da Patrulha Rural. Maior efetivo e equipes armadas com fuzil, armamentos de alta energia, foram deslocadas para que realizem o patrulhamento em toda a área rural. O objetivo é combater a prática de crimes violentos nesse período, onde há um aumento da circulação de valores na zona rural. As ações são realizadas diuturnamente nas estradas vicinais, com abordagens constantes a indivíduos estranhos às comunidades ou que estejam em atitude suspeita.
(Diário de Manhuaçu)

Copasa deixa 100 mil pessoas sem água
Desde sexta-feira passada, 19, aproximadamente 100 mil moradores de Montes Claros ficaram sem água durante três dias, devido a um problema registrado na adutora do Pacuí, que puxa água a 75 quilômetros para abastecer os montes-clarenses. O curioso é que o problema ocorreu um dia após os moradores das comunidades rurais da região de São João da Vereda terem fechado a estrada que dá acesso à adutora, por causa da precariedade da estrada. Eles acusam a Copasa pelos danos, pois afirmam que os vários caminhões de carga pesada com os canos de aço danificaram a estrada..
(Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Dmae e Sae trocam experiências
O prefeito Marcos Coelho recebeu em seu gabinete na quinta-feira, 18, o vice-prefeito de Uberlândia, Paulo Sérgio Ferreira, que também ocupa o cargo de diretor geral do Departamento Municipal de Água e Esgoto- Dmae de Uberlândia, acompanhado do engenheiro Eustáquio Caldeira Brant. O encontro contou com a presença de André Reis, superintendente da Sae (Superintendência de Água e Esgoto de Araguari) e dos secretários municipais, José Ricardo Resende (Fazenda) e Marco Antônio Farias (Gabinete). O objetivo do encontro foi promover um intercâmbio de informações e experiências do Dmae Uberlândia com a Sae de Araguari.
(Gazeta do Triângulo- Araguari)

Cobrança de estacionamento pode mudar
Os estabelecimentos que prestam serviço de estacionamento rotativo privado de veículos em Juiz de Fora podem ser obrigados a seguir novas regras na cobrança de taxas prestadas pelo serviço. Atualmente, os estabelecimentos seguem normas definidas por legislação municipal de 2002, que define que a mensuração de tarifas horárias deve tomar como fração, para fins de cobrança, o tempo de 15 minutos, sendo que o valor cobrado na fração inicial é o mesmo das subse-quentes, de forma a “representar parcela aritmética ao custo da hora integral”. No novo modelo proposto, a cobrança vai manter a fração inicial de 15 minutos, e, a partir desta baliza, vai ser cobrado o minuto cheio.
(Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

Mais de 44 mil toneladas de lixo foram produzidas
Durante o primeiro semestre de 2019, Uberaba produziu 44.395,30 toneladas de lixo domiciliar. Foram 852,56 toneladas a mais de lixo do que no ano anterior, aproximadamente de 1,92% de aumento. Os dados são da Codau, que assumiu a gestão de resíduos sólidos no início do ano Até então, a responsabilidade era da Secretaria de Serviços Urbanos e Obras da Prefeitura de Uberaba. O ápice de produção de lixo foi em janeiro, quando foi totalizado 8.056,88 toneladas. Já em contrapartida, o mês de menor produção foi em junho com 6.740,51 toneladas.
(Jornal da Manhã- Uberaba)  

Varginhenses entregam 51 animais silvestres
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Varginha realizou uma campanha de devolução voluntária de animais silvestres na cidade. Ao todo, 51 animais foram entregues na campanha. Eles vão passar por triagem e depois vão ser devolvidos à natureza. Devido ao afeto que os cuidadores criam com os animais, ficou difícil conter a emoção na hora da entrega. Foram 37 pessoas que participaram da ação, algumas delas estavam com os animais há décadas. Para a coordenadora regional de proteção à fauna da IEF, Danielle Andery, mesmo difícil, esta é a decisão correta. A criação de animais silvestres é ilegal e pode render multa de até R$ 10 mil por espécie.
(Correio do Sul- Varginha)

Previdência ganha mais de R$ 22 milhões
O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Divinópolis (Diviprev) registrou um ganho de R$ R$22.377.772,48 milhões no segundo trimestre deste ano. O resultado é motivo de comemoração, já que representa lucratividade justamente em um momento em que se questiona as gestões previdenciárias no país e representa o comprometimento da equipe financeira do Instituto. Em abril, os ganhos em investimentos do Instituto foram de R$4.456.090,94, com o adicional da receita patrimonial no valor R$35.187,68, totalizando lucro de R$4.491.278,62. Já as perdas para este mês foram calculadas em R$143.717,97.
(Gazeta do Oeste- Divinópolis)