APRESENTOU

Motorista se apresenta após morte de estudante que causou vários acidentes

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Acidente | 07-09-2019 13:56 | 754
Motorista Adriano Gonçalves que teria fugido após  acidente apresentou-se na delegacia, foi ouvido e liberado
Motorista Adriano Gonçalves que teria fugido após acidente apresentou-se na delegacia, foi ouvido e liberado Foto de Reprodução

O vigilante Adriano Carlos Gonçalves, 40, se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Franca (SP) na quinta-feira,5, quase 48 horas depois de ter-se envolvido em um acidente de trânsito que resultou na morte do estudante Vanderlei dos Santos Freitas Júnior,20.

O acidente ocorrido na noite de terça-feira,3, no quilômetro 11,8 da rodovia Ronan Rocha quase se transforma em uma tragédia maior. Um ônibus que fazia o transporte de 42 alunos de São Sebastião do Paraíso para a Universidade de Franca, também foi atingido por um dos veículos acidentados assustando os passageiros.

O rapaz contou que voltava de Capetinga e ao aproximar-se de um retorno a moto de Vanderlei entrou em sua frente, não sendo possível evitar a colisão, em que o carro onde ele estava trafegando chegou a capotar. Adriano disse que saiu do local do acidente por medo de ser linchado e negou ter arrancado as placas do veículo, conforme foi acusado.

O delegado Djalma informou que a conduta do vigilante será um dos motivos das investigações, destacando que são várias as razões que podem resultar na fuga. O policial classificou que é repugnante a pessoa abandonar a vítima e não prestar o devido socorro.

Um inquérito foi instaurado para apurar se foi homicídio doloso quando a intenção de matar ou culposo quando não a intenção de matar. O vigilante foi ouvido e liberado. Ainda na quarta-feira,4, familiares fizeram o velório e sepultamento do estudante Vanderlei dos Santos, no Cemitério Municipal de Itirapuã (SP).

Por pouco o acidente se transforma em uma tragédia ainda maior. Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, uma médica, de 36 anos, seguia em uma caminhonete pela rodovia, quando viu o estudante no asfalto, reduziu a velocidade e desviou. Nesse momento, a caminhonete foi atingida por um ônibus que seguia logo atrás.

No coletivo estavam 42 estudantes universitários de São Sebastião do Paraíso que estudam em Franca. O motorista Adriano Donizete de Souza,36, disse à polícia que não conseguiu parar quando tentava acessar a pista dupla e a caminhonete que estava à frente, freou bruscamente, sendo inevitável a colisão.

Apesar do susto Adriano e os passageiros não ficaram feridos. Os estudantes seguiram de carona em outro ônibus para a faculdade e retornaram em outro veículo substituto do que acidentou e ficou danificado.