MISSAS

Igrejas retomam missas presenciais

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 01-08-2020 10:25 | 693
Com agendamento prévio e limitado, público volta a participar de missas nas igrejas da cidade
Com agendamento prévio e limitado, público volta a participar de missas nas igrejas da cidade Foto de Divulgação

A partir deste final de semana a Paróquia de Nossa Senhora de Sion se junta às paróquias de São José e de São Judas Tadeu e continuam o processo de retomada das celebrações de missas presenciais. De forma gradativa as pessoas estão podendo voltar a participar das celebrações atendendo as recomendações das autoridades governamentais e cumprindo normas sanitárias, devido a pandemia do coronavírus. A partir de um Decreto Municipal a Prefeitura de São Sebastião do Paraíso flexibilizou a realização de eventos religiosos e cultos nas igrejas e templos da cidade.

Desde meados de março até o último final de semana foram praticamente quatro meses em que por determinação da própria igreja, que através de um Decreto Diocesano, determinou que as missas com a presença do povo fossem interrompidas. Neste período as celebrações podiam ser acompanhadas pelos meios de comunicação e redes sociais. A medida adotada teve como objetivo que houvesse contaminação e transmissão da doença nas igrejas a partir dos encontros que são realizados seja aos sábados e domingos ou mesmo nos finais de semana.

Há cerca de um mês foi criado um projeto denominado Plano de Retomada que prevê o retorno do público nas missas da igreja católica. Segundo o documento, "trata-se de uma transição gradual, mas efetiva, para que esse retorno aconteça de modo seguro e cuidadoso, sobretudo no que se refere à defesa da vida de cada um de nossos irmãos e irmãs". A iniciativa estabelece que o plano será implementado em fases, sempre em permanente diálogo com as autoridades sanitárias de cada município. Havendo necessidade, será feito o recuo ou a revogação de alguma decisão do plano.

 Entre os critérios estabelecidos para a volta gradual dos fiéis constam medidas como o uso obrigatório de máscaras. Também é recomendado que se chegue ao menos 15 minutos antes do início da missa. Aqueles que integram o Grupo de Risco (Idosos), crianças (menores de 13 anos), pessoas com doenças crônicas há a recomendação de que continuem participando das celebrações de suas casas, através das transmissões feitas nas redes sociais. Além do uso do álcool gel, também existem regras para a comunhão e participação no evento. As pessoas devem ficar distantes dois metros uma da outra e a lotação da igreja deve ficar em torno de 30% de sua capacidade considerando os assentos existentes.

Os padres e fiéis leigos que pertencem ao rupo de risco, como idosos e portadores de doenças crônicas, estão dispensados da realização das atividades do Plano de Retomada, permanecendo em casa no distanciamento social. O cumprimento do preceito dominical continua dispensado, sendo os fiéis motivados a valorizarem a Igreja Doméstica. Apesar de o anúncio de que as celebrações com os fiéis católicos aconteceriam a partir de 1º de agosto, algumas igrejas já se anteciparam e receberam público no último fim de semana, testando o funcionamento do sistema que está sendo adotado por todas as igrejas católicas.

As paróquias já testaram o Plano de Retomada e já tiveram celebrações de missas com o público no último final de semana. Para participar das missas é necessário fazer um cadastro prévio na secretaria de cada igreja, já que o número de participantes é limitado. Na paróquia São Sebastião foi divulgado um comunicado que a retomada deverá ocorrer em breve, possivelmente, no próximo fim de semana.