CONSTRUÇÃO

Nova linha de crédito da Caixa permite uso de imóvel como garantia

Por: Redação | Categoria: Brasil | 08-08-2020 16:00 | 341
Foto de Reprodução

Denominada Real Fácil Caixa, a modalidade oferece dois fatores de correção diferentes: TR e IPCA. Eles atualizam mensalmente o saldo devedor na data de vencimento das prestações. A modalidade também é oferecida sem correção, ou seja, com uma Taxa Fixa.

A Caixa Econômica Federal passou a disponibilizar uma nova linha de crédito imobiliário para pessoas físicas, que possibilita o uso de imóveis (residenciais ou comerciais, livres de ônus) como garantia, além de taxas de juros reduzidas.

No caso da TR, será cobrada uma taxa a partir de 0,70% ao mês e quota máxima em relação ao valor do imóvel de até 60%. No IPCA, a taxa é de 0,60% ao mês e com garantia de até 50% do valor do imóvel. Já a taxa fixa será de 0,80% ao mês, com garantia de 60% do imóvel. Em todas as modalidades, o prazo máximo de quitação é de 180 meses.

Serão duas opções de sistema de amortização: Sistema de Amortização Constante - SAC e o Sistema Francês de Amortização ou TP (Tabela Price) - SFA/TP.

A contratação da nova linha pode ser feita nas agências e nos correspondentes da Caixa. No site do banco, podem ser feitas simulações e comparações dos juros e condições do empréstimo, que variam de acordo com o relacionamento do cliente com o banco e com as características escolhidas para a operação.

A instituição informou, ainda, que, na segunda fase do Real Fácil, lançará condições que contemplarão a aceitação de imóvel com ônus como garantia de novas operações, conforme as novas regras anunciadas recentemente pelo Banco Central.

A expectativa da Caixa é emprestar R$ 40 bilhões por meio da nova modalidade, valor mais de dez vezes superior aos atuais R$ 3,5 bilhões.