300 ANOS

Minas Gerais 300 anos 1720 / 2020

Homenagem aos MINEIROS (Dedicação especial a Meu Pai, Francisco Teodoro)
Por: Redação | Categoria: Do leitor | 02-12-2020 10:39 | 624
Foto de Reprodução

Mineiro que é mineiro e que da sua terra se sente herdeiro, honra o nome, é bom brasileiro e não define a vida por dinheiro.

Tem muita fé, DEUS é seu companheiro, conhece cachaça das boas, mas não é bagunceiro, respeita a criança e o engenheiro, não se mistura com fofoqueiro e nem pesca com farofeiro.

O bom mineiro não manda recado por terceiro e nunca prende animais em cativeiro, faz a sua parte, não é interesseiro, é humilde, é bom parceiro. Não importa a profissão, seja comerciante ou fazendeiro, policial ou caminhoneiro, bancário ou enfermeiro; independente do que faz, não é trapaceiro.

Seja qual for seu trabalho, na honestidade é dianteiro, é religioso e hospitaleiro, defende a TERRA como seu terreiro, implora a SÃO FRANCISCO que da Natureza é o padroeiro.

Pede proteção e que seja ligeiro, pois já resta pouco do ipê e do salgueiro; eles estão cortando até coqueiro e no ar só tem fumaça e mau cheiro, além do rio que só parece um bueiro. E se continuar nesse roteiro quem vai pagar o pato será o lixeiro, que não é diferente do doutor nem do banqueiro.

E por derradeiro, ao entrar cada janeiro, todos podem ver, pois é verdadeiro, é a destruição lenta que atinge o mundo inteiro.

Esta mensagem dedico a um homem trabalhador, dedicado, alegre e ordeiro que já foi carreiro, candieiro e na lida, bom cavaleiro; homem da terra e justiceiro que se fez aventureiro, se tornando um grande guerreiro. Ele venceu na VIDA e sempre se orgulhou por ser MINEIRO.

Esse homem é . . . MEU PAI!
Francisco Teodoro