AUDIÊNCIA RETORNO AULAS

Audiência Pública debate plano de ação para retorno às aulas presenciais em 2021

Prefeito eleito destaca a importância de se criar um plano de ação para o retorno das aulas independente de datas
Por: João Oliveira | Categoria: Política | 14-12-2020 09:04 | 688
Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso promoverá na próxima quarta-feira (16/12), às 19h, Audiência Pública para debater um plano de ação para o retorno das aulas presenciais em 2021. Desde março deste ano, as aulas em instituições públicas e privadas estão suspensas em Minas Gerais, e por todo o país, como medida para conter e prevenir a infecção pela Covid-19. O tema já foi bastante discutido em sessão desta semana e gerou polêmica nas redes sociais, dividindo opiniões.

A fim de debater o tema e ouvir o que a população tem a dizer sobre o assunto, o presidente Lisandro José Monteiro, por sugestão do vereador Sérgio Aparecido Gomes, convocou a audiência destacando estar aberto a ouvir todos os lados. A discussão deve servir de base para que o prefeito eleito, Marcelo de Morais, possa já pensar num plano de ação para que aulas presencias possam retornar. Morais havia se comprometido ir a Divinópolis para ver de perto os protocolos adotados naquele município e que possibilitou as aulas presenciais.

"Acredito que ninguém pode deixar a pandemia de lado, e que precisamos criar um protocolo de segurança para esse retorno e envolvendo todo mundo. Independentemente se vai ser agora esse retorno, se vai ser no meio do ano, ou com três meses, nós precisamos ter um protocolo pronto e não tem sido feito um debate em relação a isto. A partir do momento que está todo mundo envolvido no propósito, tem tudo para se chegar em um denominador comum", aponta Marcelo.

Morais ainda destacou a grande participação da população em última Audiência que discutiu o orçamento de 2021, em que se falou, principalmente, na participação população na execução orçamentária. "Isto demonstra a expectativa que a população está com o nosso mandato. Vi isto com bons olhos, inclusive já teremos algumas ações logo no começo de nossa gestão para poder demonstrar a população e incentivá-la a participar das audiências do próximo ano", finaliza.

O presidente da Comissão de Educação e Saúde, Vinício Scarano, destaca que, apesar das escolas particulares estarem preparadas para o retorno, ele é a favor do retorno das atividades escolares desde que tenha todos os protocolos de segurança necessários, e que o retorno seja híbrido e optativo.

"As escolas públicas caso não tenham, e não têm ainda, estrutura para receber os alunos não devem retornar, porém, teremos pela frente três meses uma boa oportunidade para o prefeito eleito, Marcelo de Morais, investir nas escolas públicas e deixa-las preparadas para receber àqueles que optarem pelo ensino presencial", destaca.

Scarano ainda fala de um sistema de bolhas para aqueles que decidirem retornar às aulas presencialmente. "Funcionar em turmas alternadas de no máximo 10 alunos, pelo menos três vezes por semana, e quem quiser, que continue vendo as aulas online. No entanto, a escola pública precisa ter essas condições. Sou favorável ao retorno, desde que esta também tenha condições de receber os alunos, além de dar estrutura total para os professores ministrarem suas aulas", completou.