NOTA DE REPÚDIO

Confederação Maçônica do Brasil – COMAB,

Por: Redação | Categoria: Brasil | 24-07-2021 00:32 | 303
Foto: Reprodução

A Confederação Maçônica do Brasil – COMAB, vem a público manifestar voto de total desapreço à aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, que em seu bojo traz a proposta da majoração do Fundo Eleitoral visando as eleições de 2022, cujo resultado importa em torno de R$ 5,7 bilhões em flagrante desrespeito ao déficit orçamentário previsto.

Não se pode admitir, em vista do momento singular que o país atravessa, onde vemos boa parte de nossa população perder seus empregos, obrigando a modificar seus hábitos, a alterar a educação de seus filhos e até mesmo a alimentação de sua família, que um dos Poderes Constituídos da nação possa fechar os olhos para os reais pro-blemas de seu povo e assombrar o orçamento público comprometendo recursos oriundos do pagamento de impostos deste mesmo sofrido povo, para campanhas políticas visando em primeiro plano, suas reeleições.

Estes recursos poderiam estar sendo empregados na educação de nossas crianças, na construção de escolas e creches e, oportunamente, na edificação de hospitais e na aquisição de mais vacinas, tão necessárias ao combate ao inimigo maior de nossos dias.

 A Maçonaria, que sempre se portou pela retidão do caráter, que prima pela honestidade e sempre se posicionou ao lado do justo e do perfeito, vem repudiar com veemência esta insana e irresponsável atitude, e ao fazê-lo, relembra que os mais notórios fatos da história política brasileira, passaram, necessariamente, por dentro de Lojas Maçônicas.

Conclamamos então ao povo maçônico, bem como ao povo brasileiro, que, unidos mais uma vez, conosco serrem fileiras, para que possa chegar até os responsáveis por esta aprovação, o repúdio de todos, e que repensem sua infeliz atitude, a bem daqueles que lá os colocaram e que se sentem traídos na hora em que mais estão precisando de apoio e encorajamento.

A Maçonaria regular brasileira não irá abdicar dos seus ideais até que a honestidade e o bom senso prevaleçam, fazendo uso de sua história, assegurada por quase duzentos anos de efetivo apoio ao homem cumpridor de seus deveres para com Deus, a pátria e à sociedade.

Manaus-AM, 21 de julho de 2021
José Paulo Sanches Orrutia
Presidente da Confederação Maçônica do Brasil – COMAB