CICLISMO

Paraisense é terceira colocada na Copa Paulista de Ciclismo, em Araraquara

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 24-08-2021 09:55 | 574
Ciclista paraisense Ana Paula Finco integra a equipe ABEC de Rio Claro
Ciclista paraisense Ana Paula Finco integra a equipe ABEC de Rio Claro Foto: Fotopoma

A ciclista paraisense Ana Paula Finco, da equipe ABEC, participou no domingo,22, de mais uma etapa da Copa São Paulo de Ciclismo. Em competição bastante disputada ela terminou a prova em terceiro lugar. A disputa fez parte das festividades pelos 204 anos de fundação de Araraquara (SP) e teve em disputa o Troféu Anésio Argenton.

A competição foi realizada na Avenida Maria Antônia C. de Camargo, a Via Expressa, num trecho de 3,6 quilômetros. A competição reuniu participantes de diversas equipes da região e também de outras regiões do estado de São Paulo. A corrida acontece em um momento de retomada das disputas esportivas e também da liberação de diversas atividades no estado paulista.

Ana Paula que havia retornado as pistas após um longo período sem competir voltou a participar de uma disputa em 24 de julho, em Mogi das Cruzes, na abertura da Copa Paulista de 2021. Ficou com a segunda colocação em uma prova bastante disputada.

Agora em Araraquara, também pela Copa Paulista, não foi diferente e a ciclista paraisense obteve o terceiro lugar. A equipe ABEC de Rio Claro da qual ela faz parte segue firme e já nos próximos dias iniciará os preparativos para a próxima etapa.

Homenagem
O homenageado da etapa de Araraquara da Copa São Paulo de Ciclismo, Anésio Argenton, é considerado o maior ciclista brasileiro de todos os tempos para provas de pista. Entre outras conquistas, ele foi detentor da única medalha de ouro do ciclismo brasileiro em Jogos Pan-americanos, a de 1959, em Chicago, nos Estados Unidos, e obteve o melhor resultado do ciclismo brasileiro em Olimpíadas, com a 5ª colocação em Roma, na Itália, em 1960, na prova de velocidade individual.

Nascido em Boa Esperança do Sul, em março de 1931, Argenton viveu com a família em Araraquara e morreu em outubro de 2011, aos 80 anos.