GILBERTO AMARAL

Visita 

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 25-08-2021 00:12 | 216
 presidente Jair Bolsonaro recebeu ontem visita do presidente da Guiné-Bissau
presidente Jair Bolsonaro recebeu ontem visita do presidente da Guiné-Bissau Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro recebeu ontem visita do presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló. No encontro, trataram de questões relacionadas à agricultura, saúde e defesa. Participaram da reunião, o chanceler Carlos França, e a ministra de Estado dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades da Guiné-Bissau, Suzi Carla Barbosa.

E o 142?
Quando Dr. Ulysses deu como pronta a Constituição, para que milhões saibam e é bom contar, centenas de parlamentares foram procurá-lo pedindo a retirada do artigo. Ele prometeu fazer, mas esqueceu. Continua vigente, sem uso, todavia, contudo…

O que reza o artigo?
“Quando os Três Poderes não se entendem, caberá às Forças Armadas assumir o Poder até o apaziguamento”. PT saudações!

Recordações
Em suas andanças pelo Nordeste, Lula, incrivelmente, candidato à presidência da República, fez uma visita a José Sarney. Papo vai papo vem, relembraram o passado pelo Planalto.

Bom negócio
Na contramão da maioria dos setores da economia, o mercado pet surpreendeu: faturamento de R$ 40 bilhões de reais e um crescimento estimado de 13,5% em relação a 2019. A participação global do país no consumo de produtos vem aumentando e hoje o Brasil é o terceiro no ranking de faturamento, atrás dos EUA e da China. Não poderia ser diferente, afinal são quase 142 milhões de animais de estimação.

RAICE

Catástrofe ecológica
Um mistral de rara violência vem intensificando as chamas do incêndio causado por uma bituca de cigarro no sul da França, ao norte de Saint-Tropez. Desde segunda-feira, mais de 7.000 hectares se transformaram em fumaça no Maciço dos Mouros. Poucos dias antes da vindima, viticultores do famoso vinho rosé de Côtes de Provence são vítimas do incêndio. A Câmara de Agricultura do Var criou uma unidade de crise. Os danos ainda são difíceis de estimar, pois o incêndio continua sem controle nesta região turística.

Vinha e integração
Refugiados ajudam vinicultores franceses a suprir a escassez de mão de obra. O Grand Cru Château Pédesclaux (Pauillac), grande produtor de vinho de Bordeaux, fez parceria com a associação Ovale Citoyen para fornecer empregos sazonais e treinamento aos refugiados no setor do vinho. A inciativa é felicitada pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) .

O viticultor afegão
Na França desde 2016, Haroon Rahimi, refugiado afegão de 24 anos, vira viticultor e sonha em ressuscitar variedades de uva esquecidas da Alsácia. Ele apaixonou-se pela bebida proibida em seu país de origem e produziu uma micro safra de vinho natural com três rótulos: Noah, Lune Rose e H’wwa (vivo, em hebraico). Sua história foi destaque na imprensa francesa, exemplo de uma imigração harmonizada. Ele garante que o vinho Lune Rose cai muito bem com um Qabali Palaw, prato afegão feito de arroz, cenoura, passas e carne. O afegão encontrou refugio nas vinhas oficia na abadia de Marbach, localizada em Obermorschwihr, rota do vinho da Alsácia.

Villa La Coste
Arte, arquitetura, vinho e agora… gastronomia! O Château La Coste, em Aix-en-Provence, conta com a famosa cheffe Hélène Darroze para supervisionar o restaurante da sua charmosa Villa La Coste. Ao longo das estações, a cheffe estrelada e apresentadora de TV elaborará menus com produtos do jardim da propriedade, que também é uma vinícola! Uma bela homenagem à cozinha provençal repleta de sol e sabor. Inesquecível a sobremesa de tomilho do jardim com crème glacée, ganache de cacau Carupano da Venezuela, chantilly de chocolate e tuiles de sarrasin tostado.

Chefe Hélène Darroze
Qabali Palaw, prato afegão feito de arroz, cenoura, passas e carne