SANTOS

Paraisense Lima integra elenco do ‘Ídolos Eternos’ do Santos F.C.

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 06-09-2021 08:16 | 505
Abel, Mengalvio, Pepe e Lima, o Coringa da Vila, ladeado por Jonas Eduardo Américo Edu e Clodoaldo
Abel, Mengalvio, Pepe e Lima, o Coringa da Vila, ladeado por Jonas Eduardo Américo Edu e Clodoaldo Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo

O paraisense Antônio Lima dos Santos, que no mundo do futebol se consagrou simplesmente como Lima, o coringa, é o novo contratado do Santos F.C. para integrar a equipe do ‘Idolos Eternos’ do time praiano. O ex-jogador que no auge de sua carreira nos anos 60 e 70 conquistou diversos títulos com a camisa alvinegra foi reconhecido pela diretoria do peixe da Vila Belmiro. Em solenidade na terça-feira, 31 de agosto, o presidente do clube, Andres Rueda, reconheceu os méritos de Lima que recebeu o crachá e passa a integrar um grupo seleto de ex-atletas que fizeram história no time.

A chegada do coringa Lima aos “Ídolos Eternos” foi considerada como uma contrata-ção de um reforço para o grupo de elite do Santos. Com a assinatura do contrato o parai-sense passa a integrar o quadro de funcionários formados por ex-jogadores que escreveram seus nomes nas páginas de ouro da equipe.

O elenco é formado por ex-jogadores como Pepe, Mengálvio, Dorval, Edu, Clodoaldo, Manoel Maria e Abel, já considerados ídolos para a eternidade no clube.

O projeto foi lançado em 2014. Com isso Lima que se torna um personagem ligado à presidência do Santos, passa a ter acesso a todas as atividades do departamento de futebol masculino e feminino santista, onde irá compartilhar sua experiência no mundo da bola, principalmente como jogador.

“Nós sempre estivemos juntos. Jogando, viajando, festejando, de qualquer forma. E agora ter uma condição dessas com todos eles, é maravilhoso. Estou muito feliz e agradeço muito ao presidente e ao nosso Santos, disse.

O presidente Andres Rueda falou da importância do ato com Lima e do momento vivenciado por todos envolvidos neste ato. “O importante é ele estar feliz. E este reconhecimento do clube vai dar mais tranquilidade a ele e a família”, comenta.

Rueda disse ainda que Lima é um grande ídolo. “Fez história no Santos e tem de ser lembrado sempre”, completa.

Natural de São Sebastião do Paraíso, Antônio Lima dos Santos jogou por 10 anos com a camisa santista, entre 1961 a 1971. Conquistou o Campeonato Paulista sete vezes (1961-62, 1964, 1965/1967-68-69), o Campeonato Brasileiro seis vezes (1961/62/63/64/65 e 1968). Também foi vencedor do Torneio Rio-São Paulo três vezes (1963/64 e 1966).

Em competições internacionais foi bicampeão da Taça Libertadores e do Mundial Interclubes (1962-63), conquistou ainda os títulos da Recopa Sul Americana e da Recopa Mundial de 1968, além de diversos torneios pelo mundo afora. Entrou em campo 692 vezes e marcou 63 gols, e dentro das quatro linhas não atuou apenas de goleiro, pois todas as outras posições, ele dava conta do recado.

Lima assina com idolos eterno do Santos