APC

ESQUECI meu celular

Por: Fernando de Miranda Jorge | Categoria: Cultura | 12-10-2021 20:52 | 857
Fernando de Miranda Jorge
Fernando de Miranda Jorge Foto: Reprodução

Já aconteceu com você de esquecer o seu celular? É catastrófico. Nem pensar. Não pelo aparelho em si, mas pelos dados do chip, do próprio aparelho e centenas de informações, arquivos, como fotos, e-mails, contatos e comunicações diárias, além das leituras interativas e trocas de mensagens via Whats App, negócios... E por aí vai. E vai mesmo, para o desespero.

Viajei e esqueci meu celular. Que coisa doida; parece que todo mundo te ligou; mandou áudio, vídeos, fotos, notícias. Um pequeno computador que apareceu em nossas vidas só para complicar ainda mais, apesar de nos proporcionar boas surpresas, nunca antes experimentadas.

Recentemente ficamos sem a rede social mundial, o mundo entrou em colapso e isto por algumas horas, cá para nós, já pensaram se a Internet e todas as redes sociais parassem em definitivo? Seria o fim do mundo? Sim seria. Brincadeira... Nenhum ser humano agüentaria! Mas, esqueci meu celular, dá um vazio danado.

Como pode, gente? Aonde chegamos? Pensar que há poucos anos nem existia "celular" por aqui e vivíamos muito bem sem o dito cujo. A comunicação no Brasil, especialmente nas regiões de menor acesso, era precária. Lembra-se do Rádio AM, da TV com transmissão em preto e branco, não existia HD (Alta definição), nem Internet, a telefonia fixa era feita através da atendente e não era no tempo e à hora.

Os chamados interurbanos só se ouviam aos gritos. Quanta evolução! Ainda bem que estou aqui ao vivo e em cores. Mas, esqueci meu celular e para lembrar: "Pesquisa da FGV (Fundação Getúlio Vargas) mostra que o Brasil tem 440 milhões de dispositivos digitais (computadores, notebooks, tablets e smartphones) em uso (maio de 2021). Do total 53% são celulares (242 milhões)".

Fernando de Miranda Jorge
Acadêmico
Correspondente da APC
Jacuí/MG – e-mail: fmjor31@gmail.com