JACUÍ

Polícia Militar resgata crianças ‘em situação de abandono’ em Jacuí

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 03-12-2021 18:12 | 1730
Conselho Tutelar de Jacuí retirou provisoriamente as crianças abandonadas da guarda dos pais
Conselho Tutelar de Jacuí retirou provisoriamente as crianças abandonadas da guarda dos pais Foto: Ilustração

Duas crianças uma de um ano e outra de dois anos foram acolhidas pelo Conselho Tutelar de Jacuí, depois que a Polícia Militar as encontrou em estado de abandono. Os pais que são usuários de drogas foram encontrados embriagados. A residência do casal onde estava uma das crianças foi considerada pela polícia como local insalubre.

A ocorrência teve início depois que membros de uma igreja relataram a presença de uma criança de dois anos em estado de abandono. Segundo testemunhas, ela foi deixada no local e passado mais de uma hora após o término das atividades, ninguém apareceu para levá-la. A Polícia Militar foi acionada para tomar providências.

Em deslocamento até a residência os policiais localizaram outra criança, esta de apenas um ano, também em situação de abandono. No local o bebê foi encontrado dormindo em um ambiente considerado insalubre. O imóvel estava desorganizado e inclusive havia lixo em seu interior.

Durante rastreamento pelas imediações a polícia encontrou os pais das crianças. Trata-se de um homem de 33 anos, que atua como serviços gerais e uma mulher de 26 anos, que também exerce a mesma profissão. No entanto, o casal foi localizado em meio a embalagens de bebidas alcoólicas, enquanto dormiam. Relatos dão conta que houve dificuldades para acordá-los. Eles foram presos em flagrante acusados por abandono de incapazes.

Segundo a polícia eles informaram em avançado estado de embriaguês, serem usuários de drogas. Disseram também que deixaram a criança na porta da igreja como uma pessoa não identificada. “A residência do casal é um local insalubre sem qualquer condição adequada mínima de segurança a incolumidade das crianças. Evidenciando descumprimento de preceitos básicos previsto em lei. Sendo evidenciado o abandono de crianças incapazes de prover sozinha sua incolumidade”, informa o assessor de comunicação do 43º Batalhão da Polícia Militar, cabo William Marfório.

As crianças foram submetidas a atendimento médico ficando evidenciado o descaso higiênico e a falta de nutrição adequada. Integrantes do Conselho Tutelar foram acionados tendo retirado provisoriamente a guarda das crianças dos pais. Uma freqüentadora da igreja foi designada e se prontificou a cuidar das crianças provisoriamente, até decisão judicial futura.