EFEMÉRIDES

Oficina Cultural Efemérides Paraisenses

Por: Reynaldo Formaggio | Categoria: Cultura | 22-12-2021 15:09 | 264
Foto: Danilo Roxette

Na tarde de segunda-feira, 20, foi realizada na Casa da Cultura “Antônio Carlos Pinheiro de Alcântara” a Oficina Cultural Efemérides Paraisenses. O evento contou com participação de professores e representantes das escolas da rede pública municipal e estadual, propiciando a troca de informações sobre o bicentenário do município e também proporcionando às escolas a doação de exemplares do livro “Efemérides Paraisenses – São Sebastião do Paraíso 200 anos – 1821-2021”. Referido livro trata-se de uma obra coletiva escrita em parceria pelos autores Dalila M. Cruvinel, Luiz Carlos Pais, Maria Rita C. P. Miranda, Nelson Duarte, Reynaldo Formaggio e Tânia Pedroso Balbo.

O escritor Reynaldo Formaggio, organizador da obra e coordenador da Oficina Cultural, faz um balanço muito positivo do evento: “Foi uma grande oportunidade trocar experiências acerca da história do município e sobre como o tema pode ser abordado em sala de aula. E também destaco a importância e satisfação em acessibilizar exemplares do referido livro às escolas da rede pública”.

Maria Rita Preto Miranda, coautora da obra e participante convidada da oficina, pontua que os objetivos propostos pela Oficina foram alcançados: “A presença dos representantes das escolas foi em número quase total. A integração entre coordenadores e participantes foi ótima. Todas as atividades realizadas me pareceram bem aceitas e o retorno foi excelente. Creio que todos entenderam que “Efemérides” é um livro que não deve ficar apenas nas prateleiras e sim, servir como material de pesquisa e estudo, pois ele resguarda nossa história”.

Para Eneida Maria Dionízio Pádua, vice-diretora da Escola Municipal Interventor Noraldino Lima, o legado cultural que foi idealizado para evidenciar os 200 anos do município foi além: “Fomentou a cultura, a vivência e memória dos participantes da Oficina. O livro servirá de apoio e instrumento cultural no ambiente escolar, evidenciando aos alunos a riqueza do espaço e contexto sociocultural no qual estão inseridos, podendo observar, pesquisar e interpretar com criatividade os fatos e fotos contidos no livro”.

A historiadora Letícia Mandello Pimenta de Almeida, professora do ensino básico da Escola Estadual Comendadora Ana Cândida de Figueiredo, destaca o impacto para a história e memória paraisenses com a produção desse volume: “Os autores realizaram uma pesquisa cheia de méritos em um curto período para brindar o bicentenário de nossa cidade com as efemérides. Quem sai ganhando é nossa comunidade, com a publicação das memórias coletivas do nosso povo. Como professora reconheço valoroso material pedagógico para ser usado na transmissão com os alunos. Ancorado pelos colaboradores da obra, o livro é prazeroso de ler, fazendo-nos recordar de episódios marcantes da trajetória do município. Por conseguinte, os autores estiveram a serviço de nos abastecer dessas tradições enquanto produziram esse livro, ao doar exemplares para as escolas públicas de Paraíso e ao fornecer aos educadores através da Oficina, a capacita-ção para trabalhar as efemérides com os alunos”.

O projeto foi apoiado pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Cultura através dos recursos provenientes da Lei Federal nº 14017 de 29 de junho de 2020 (Lei Aldir Blanc).