JACUÍ

EDUCAÇÃO: A ESCOLA do trabalho

Por: Fernando de Miranda Jorge | Categoria: Cultura | 19-01-2022 07:20 | 390
Foto: Arquivo

A Escola Pública oferece aos seus alunos do ensino fundamental e médio; estudo de conteúdo teóricos, intelectivos que são pré-requisitos para curso universitário. Muitos jovens precisam ingressar no mercado de trabalho tão logo completem a idade legal. Os estudos de conteúdos apenas teóricos do nosso ensino dificultam a escolha da profissão futura dos jovens. A pandemia Covid 19 nos obrigou a repensar os programas de ensino, as grades curriculares, os planos pedagógicos dentro da nova realidade social e econômica.

É importante que o ensino seja útil para a formação do jovem. Analisando a cidade de Jacuí, pelo prisma pedagógico, deparamos com a realidade seguinte: uma Escola Pública de Ensino Médio, voltada para o vestibular e em contra partida de 50% da população estudantil viver no campo e depender dele. Numa visão intuitiva, surgiu um projeto (O Sítio Escola) que foi ao longo desses 10 a 12 anos tomando novas facetas, o que ainda poderá oferecer à juventude jacuiense, um desenvolvimento através da Escola do Trabalho.

Segundo o pensador suíço, Jean Piaget, psicólogo e epistemólogo (especialista na teoria do conhecimento), “nada existe no espírito que antes não tenha passado pelo sentido” ou visão, olfato, paladar e tato. Só se aprende fazer, fazendo.

A Escola do Trabalho é uma escola que oferece atividades educativas aos seus alunos, dando oportunidade e desenvolvimento a todas as inclinações e interesses da criança. Por outro lado, esta Escola, leva a criança a tomar consciência do seu potencial por dar oportunidade ao jovem de sentir, pensar, experimentar, avaliar sem enganar a si mesmo nem aos outros. Ainda tem mais um benefício da Escola do Trabalho: o cooperativismo: eu preciso do outro para aprender. O aluno percebe que quando o trabalho é feito em equipe, o seu desenvolvimento é surpreendentemente mais alto.

É uma forma de reciprocidade social. Aperfeiçoam os que ajudam e os que são ajudados. “O caminho para o homem ideal, passa pelo homem útil”.

O trabalho é, antes de tudo, um exercício para preparar cidadãos úteis, desenvolvendo no jovem a autonomia, a criatividade, a espontaneidade e a liberdade.

Fico feliz só de pensar que Jacuí tem a matéria prima principal para a instalação da Escola do Trabalho: “O projeto Sítio Escola, localizado na rodovia BR 265 - Km 2.5 anteriormente casas velhas da antiga Epamig e mais cinco prédios novos construídos em passado recente pela SAJ. Cozinha industrial, salas de aula para professor, alojamento, almo-xarifado, quadra descoberta, pocilga e estábulo, além de 78 hectares de terra para implantação de pomares frutíferos, cujo clima do município é favorável. Um projeto inovador que poderia estar contribuindo para a educação e cultura do campo subsidiando a Escola do Trabalho”.

Salvem este Espaço, pronto, pedindo socorro às autoridades para a sua utilização, patrimônio em desmantelamento, antes que se deteriore mais deixando população só na expectativa de ações positivas para a comunidade.

Quando será? O tempo urge seja logo.  

Fernando de Miranda Jorge
Acadêmico
Correspondente da APC
Jacuí/MG – e-mail: fmjor31@gmail.com