CRONISTA E HISTORIADOR

O Encontro com Sócrates

Por: Redação | Categoria: Cultura | 26-01-2022 14:05 | 457
Foto: Reprodução

Em visita a um amigo em Ribeirão Preto, quando estávamos prestes a subir pelo elevador com meu mano Roberto, comentávamos que naquele edifício morava também um craque da seleção e do Corinthians, no exato momento, ao abrir a porta do elevador, demos de frente com o próprio Sócrates.

No primeiro instante, um espanto pela coincidência. Então comentei que ele iria viver longos anos, pois estávamos falando de sua pessoa.

Ao que ele simplesmente respondeu: Não estou preocupado pelos longos anos e sim pela qualidade de vida. A idade que importa é a do espírito, diria outro, ou ainda nunca serei velho. Para mim a velhice começa uma década após a idade em que eu estiver.

Mas com o passar do tempo constatou-se que o craque Sócrates não estava tão preocupado com sua qualidade de vida, apesar de ser graduado em Medicina pela USP de Ribeirão Preto. O que se sabe hoje, é que perdemos um grande atleta, e, pela ironia do destino: Numa entrevista em 1983, Sócrates fez a seguinte afirmação; como vemos na foto – e tudo se concretizou conforme o seu desejo.

Afinal, em que idade realmente envelhecemos?

Ao que parece, tudo depende do passar do tempo. Se não vejamos o resultado de uma pesquisa pela Fundação Perseu Abramo, sobre a chegada da velhice. Para os jovens, 66 anos, em média é o momento de chegada da velhice. Quem é mais maduro, é mais benevolente, adiando para 68. Com o avanço da tecnologia o brasileiro está vivendo bem mais e melhor qualidade de vida.

Concordo plenamente que a saúde seja igual a uma conta bancária. No final se tem o que economizou de um modo sensato e inteligente.

Sebastião Pimenta Filho
Historiador
“O colecionador e suas crônicas” – 2013