IPVA PARCELADO

IPVA atrasado de 2022 já pode ser pago em até 12 parcelas

Opção também inclui a dívida de anos anteriores do imposto
Por: Redação | Categoria: Transporte | 24-06-2022 15:05 | 1362
Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

Não pagou o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2022 e quer regularizar a situação junto ao Fisco? A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) possibilita o pagamento da dívida em até 12 parcelas, desde que o valor de cada parcela não seja inferior a R$ 200.

A mesma medida se aplica ao imposto devido de anos anteriores, inscrito ou não em dívida ativa. A quitação à vista também pode ser feita a qualquer momento, de forma totalmente on-line.

O subsecretário da Receita Estadual, Osvaldo Scavazza, explica que o processo é bem simplificado, bastando entrar na área indicada no site da SEF/MG, tendo em mãos o CPF ou o CNPJ e o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) para fazer a simulação ou o pagamento.

"O sistema da Secretaria de Fazenda calcula automaticamente o valor devido, com a multa e os juros. Após aceitar as condições, basta emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) e pagar a primeira parcela nos agentes arrecadadores credenciados, como bancos (inclusive internet banking) e casas lotéricas", afirma.

Para emitir as parcelas dos meses seguintes, é necessário acessar novamente o site da SEF, informando a identificação do contribuinte e o número do parcelamento.

LICENCIAMENTO DO VEÍCULO
Para ter o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) liberado pela autoridade de trânsito e poder circular sem o risco de receber multa ou ter o bem apreendido, o motorista precisa estar em dia com o IPVA e todos os demais débitos veiculares, como a Taxa de Licenciamento e eventuais multas. Por isso, alerta Scavazza, o parcelamento do débito do IPVA é um facilitador para os proprietários que estejam com dificuldade de regularizar o imposto atrasado.

Atualmente, é exigido o CRLV de 2021, mas, em breve, será cobrado o documento de 2022.

BALANÇO DO IPVA
Neste ano, sensível às dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, o Governo de Minas adiou o pagamento do IPVA de janeiro para março, dando mais prazo para os motoristas se prepararem para pagar o imposto. Também foram mantidos os valores da tabela de 2021.

Até o dia 31 de maio, do total esperado de arrecadação de R$ 7,1 bilhões com o IPVA de 2022, foram pagos R$ 5,1 bilhões, o equivalente a 71,7%. Em relação a anos anteriores (2017 a 2021), a dívida contabilizada pela Secretaria de Fazenda é de R$ 1 bilhão.