CURTAS

CURTAS EDIÇÕES 2168

Por: Redação | Editoria: cidades | 10/01/2018 | Visualizações: 5813

- Foto de Reprodução

ATAQUES
A administração do prefeito Walker Américo Oliveira, em São Sebastião do Paraíso tem sido alvo de constantes ataques em redes sociais.  Falsas denúncias e acusações infundadas começaram a surgir desde o final de 2017 e tornaram-se intensas nos primeiros dias de 2018. Algumas pessoas não estão satisfeitas com sua maneira de administrar enquanto há quem pareça querer desestabilizar o governo.  


FAKE NEWS
Esta história de fake news, leia-se falso perfil foi parar na Polícia Civil e já está sendo alvo de investigações com o objetivo de se chegar aos possíveis autores das postagens que circularam até o último final de semana. Alguns suspeitos foram apontados. Até mesmo o nome de instituição séria foi usado numa das ações, no sentido de deslustrar o prefeito. A postagem não foi assinada. Apócrifa. Como se sabe este tipo de ação é tipificada como crime cibernético e possui as devidas penalidades previstas em lei. 


REAÇÃO
No final de semana, o prefeito Walker Américo e a vice-prefeita, Dilma Oliveira postaram em suas redes sociais notas de esclarecimento refutando as acusações que lhes foram imputadas. Ambos afirmaram que o trabalho para reconstruir o município continua. “Pedimos a população que busque as informações verdadeiras antes de compartilhar este tipo de conteúdo, que nada ajuda a solucionar o delicado período vivido pelo município. Juntos, devemos buscar alternativas visando reconstruir São Sebastião do Paraíso, com vistas a uma melhor qualidade de vida para toda a população. E é com espírito imbuído deste sentimento de união e melhorias que temos administrado a cidade”, diz o comunicado.


IPTU
Diferente do que algumas pessoas tentaram alardear pela cidade em relação ao aumento de IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano) a Prefeitura também teve que desmentir sobre notícia de aumento de 100%. Na realidade o reajuste é de pouco mais de 2% valor bem abaixo ao da inflação. A atualização dos valores da planta genérica é outra história que algumas pessoas, várias até bem esclarecidas insistem em não querer entender. É sabido que o grito tem vindo da parte daqueles que estão no momento sendo beneficiados, ou seja, pagando menos de imposto por um imóvel em área nobre e tamanho considerável, do que tantos que estão nas periferias. Necessário se promova a justiça social. 


RECESSO
Com o período do recesso Legislativo, alguns vereadores fazem questão de aparecer em alguma festa, vão a igreja e no campo de futebol. Tem aqueles que costumam dar expediente na Câmara e frequentam diariamente a casa e seus gabinetes. No entanto há outros que literalmente sumiram do mapa, afinal de contas o momento é de descanso. O regresso só daqui no mês que vem, ou quem sabe depois do carnaval, por dever de ofício.  


CÂMERAS
O município de Cássia foi agraciado com um sistema de monitoramento com Câmeras, ação do deputado Cássio Soares. A cidade foi alvo duas vezes ano passado da ação de quadrilhas que fizeram explosões em caixas eletrônicos. Já em Paraíso que também foi visitado pelos bandidos em ação ousada dos criminosos, muito se falou sobre melhorar o serviço existente, mas o assunto morreu. Para quem ficou apavorado na época, o susto já passou. O assunto fica por debaixo do tapete. Oxalá não aconteça novas ações criminosas, mas isto não fica descartado. Ocorrendo, logo, em seguida volta-se a falar em tomar providências. 


ANTIGO
Nesta onda de requentar notícia velha e espalhar boatos pela cidade, dias destes circulou nas redes sociais um vídeo com estrago em uma estrada rural do município. A postagem dava margem a entender que a coisa havia acabado de ocorrer, era recente, quando na verdade, tratava-se de algo antigo. Intenção de fomentar e instigar  a população e a insurgir contra os políticos locais acusando-os pelo problema requentado. 


ESTRAGOS
A forte chuva que caiu no fim da tarde de segunda em Paraíso novamente causou estragos na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) que ficou com a sua prestação de serviços à comunidade prejudicada. Como se sabe a construção esta inacabada e foi inaugurada pelo ex-prefeito, faltando tampa de caixa d’água, sem padrão de energia elétrica e tantos outros problemas. Além das goteiras, computadores foram danificados e vários outros problemas como paredes emboloradas ficam mais evidentes.  A construtora responsável alega ter a receber algo em torno de R$ 460 mil. A má fama continua a fazer suas vítimas, deixando a população e a comunidade a mercê daquilo que seria o mínimo.


AULAS
O Governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel, está entrando em conflito com a classe dos educadores, que com votação expressiva ajudou a garantir a vitória do mandante número um das Minas Gerais. Rei posto, a situação não tem sido das mais agradáveis para a classe. Além da volta do parcelamento no pagamento dos salários, atraso no 13º e tratamento diferenciado entre algumas categorias, o desagrado tem sido geral. O mais recente foi o retardamento do início das aulas, marcado para ocorrer somente em 19 de fevereiro, para economizar algum. O professorado está cuspindo marimbondos. 


IPVA
Como se não bastasse, os prefeitos mineiros que até o final do ano estavam reclamando do mesmo governo por seguidos atrasos nos repasses dos recursos referentes ao ICM’s (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e até mesmo não pagamento de juros, agora tem um motivo a mais a reclamar. O governo segundo acusa-se os prefeitos está a apropriar-se  da parte que cabe aos municípios referente ao recebimento do IPVA (Imposto de Propriedade de Veículos Automotores). Através de um Decreto, o recurso que antes era repassado automaticamente as prefeituras agora passa por um comitê do estado onde é represado para atender as emergências governamentais.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897