CURTAS

CURTAS EDIÇÕES 2176

Por: Redação | Editoria: cidades | 07/02/2018 | Visualizações: 1717

- Foto de Reprodução

PASSARELAS
Aguardada ainda para este início de ano uma resposta da Concessionária AB Nascentes das Gerais a respeito da construção do trevo de entroncamento entre a MG-050 e a BR-491, em Paraíso. Ano passado, após cobrança enérgica do deputado estadual Antônio Carlos Arantes, representantes da empresa disseram que estudariam a questão. Na época foi anunciada a construção de duas passarelas no trecho até o Terminal Rodoviário. Uma delas está praticamente concluída. A outra deverá levar mais algumas semanas.


DUPLICAÇÃO
Assunto referente a este conjunto de obras é a duplicação da BR-491 do trevo com a MG-050 até onde já existe pista dupla próximo ao acesso ao Jardim Alvorada e Alto Bela Vista. Além disso deve ser negociado também que a Concessionária assuma a manutenção e construção das vias marginais. De um lado, leia-se Avenida Washignton Martoni. Os mais otimistas falam numa marginal até o Posto da Polícia Rodoviária. Estas obras já estiveram no cronograma em um passado não muito distante, ultimamente, nem se divulga a previsão do que será feito no ano corrente. 


10 SEGUNDOS
O vereador Luiz de Paula se sentiu presidente da casa por alguns instantes. Durante uma indicação de sua lavra o mesmo antecipou-se e foi logo dizendo que os favoráveis que permanecessem como estão e os contrários que se manifestassem. Foi o suficiente para render alguns comentários dos nobres pares. Surpreso o vereador Sérgio Gomes resumiu o ato afirmando que Luiz de Paula foi presidente por 10 segundos. 


INSEGURANÇA
O vereador Luiz Benedito de Paula solicitou que seja estudada a possibilidade da Câmara promover audiência pública para tratar da segurança pública na zona rural. Os últimos e recentes episódios da ação marginal tem deixado produtores rurais e seus familiares bastante preocupados. Trabalhadores e pessoas de bem tem ficado reféns nas mãos de marginais, alguns truculentos que têm usado de violência em suas ações. Não bastasse o prejuízo material, outras sequelas, as psicológicas são marcas que não se apagam com facilidade das vítimas. 


CARNAVAL
Governar para o povo é mesmo uma faca de dois gumes. Ainda mais em tempos atuais onde reclama-se a falta de recursos para aquisição remédios, realização de obras, pavimentação de ruas, efetuação de exames de saúde, ou até mesmo pagamento de salários e rescisões ou obras estruturais, existem pessoas reclamando pela não existência da esta de carnaval na cidade. Se a Prefeitura realiza uma festa para o período com todas estas e outras situações pendentes, não faltariam protestos e com razão. Uma vez usado o bom senso e deixado os investimentos de realização dos festejos de momo para outra ocasião, ainda tem aqueles que reclamam que em Paraíso não há nada.


CRIATIVIDADE
Lado outro, como se sabe, a movimentação no período carnavalesco de turistas, paraisenses que residem em outras localidades, entre outros, sempre traz movimentação para rede hoteleira, comércio, restaurantes, prestadores de serviços, e isto acaba se transformando em ICMS em que parte retorna para o município. O importante é a destinação correta de recursos para se promover o carnaval. Com pouco dinheiro e bastante criatividade se consegue a movimentação esperada, mas isto não pode ser de afogadilho, precisa de programação, com antecedência. É bom lembrar que o carnaval de marchinhas tradicionais está reaparecendo, em boa hora, Brasil afora. Nada de verbas mirabolantes. Esta pode ser uma opção para o carnaval 2019 em Paraíso.


NOVA PROMOTORA
A 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Sebastião do Paraíso tem nova titular. Trata-se da promotora Luciana Bretas Baer, que está assumindo os trabalhos e vai conduzir as ações nas áreas Criminal, de Direitos Humanos, Conflitos agrários e outros. Ela receberá da Câmara uma moção de boas vindas e segundo consta tem recebido elogios das polícias Civil e Militar por sua atuação. 


MISSÃO
A promotora Luciana Bretas é natural de Governador Valadares e ingressou no Ministério Público em 1º de agosto de 2006. Foi titular na Comarca de Curvelo, mas trabalhou também em outras cidades, começando pela região do Vale Jequitinhonha e região Centro-Oste de Minas. Formada pela Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce (Fadivale), ela atuou como analista do Tribunal Regional Eleitoral, em Ferros. Atuar como promotora é para ela mais do que uma profissão, é uma missão. 


EFETIVO
Não vai ser agora que a Polícia Civil de Paraíso terá o seu efetivo ampliado. Conforme ofício do Delegado Geral de Polícia em resposta à reivindicação feita pela Câmara Municipal, falta efetivo. Segundo explica o delegado, diante da escassez de servidores que acomete a PC em Minas, enquanto não for promovido novas investiduras, com novos concursos e convocações de excedentes de certames em andamento, não há condições no momento de preencher as lacunas existentes no Estado. Esta resposta tem sido há muitas décadas, chavão de autoridades em resposta aos anseios da população, cada vez mais amedrontada, e sentindo-se desprotegida.


NOVO GOLPE
Falsários continuam agindo a todo vapor. E um golpe que está amiudando em Minas conforme alerta o Instituto de Protesto –MG. Conforme explica o comunicado, um criminoso liga para a vítima se passando por funcionário dos Correios e diz que há um título de protesto em aberto, e que vence naquele dia. Diz que tentou por diversas vezes entregar a intimação, mas não conseguiu. Passa um número de telefone e orienta que a vítima entre em contato para negociar a dívida. Feita a ligação é pedido um depósito de imediato em conta corrente para se evitar o protestos. Numa dessas o “balão” já foi dado. O Instituto orienta que cartórios de protestos não entram em contato por telefone nem e-mail.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897