GILBERTO AMARAL

Gilberto Amaral

Por: Gilberto Amaral | Editoria: brasil | 11/04/2018 | Visualizações: 880

Carmen Lucia - Foto de Reprodução

ALERTA AO SUPREMO
O general da reserva Luiz Gonzaga Schroeder Lessa (foto), em entrevista ao jornalista Milton Cardoso, da Band-AM de Porto Alegre, confirmou a possibilidade de uma intervenção militar “se o STF continuar desafiando a sociedade brasileira”. O general afirma que a responsabilidade por uma confrontação nacional será inteiramente do Supremo, e lembra que, se ocorrer, a intervenção não será pacífica e haverá  derramamento de sangue.

 

O PODEROSO MORO
O juiz federal Sérgio Moro, encarregado dessa ladroeira da Lava Jato, tem acertado mais do que errado. Quando cumpriu as normas da prisão do almirante Othon Pinheiro, de que teria um foro militar para tal mister e acabou indo para uma unidade militar da Marinha, esqueceu do ex-presidente da República, Lula, que também tem o mesmo direito porque, por duas vezes, foi comandante-em-chefe das Forças Armadas, quando comandou o Palácio do Planalto.

 

LULA EM PRISÃO MILITAR
Desde ontem, circula nos meios jurídicos e políticos a ideia de que o ex-presidente Lula cumpra sua condenação numa unidade militar federal, ou seja, numa guarnição da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica, que seja mais próxima de sua residência, em São Bernardo do Campo.

 

E os advogados?
A tese, curiosamente, não foi lançada por um advogado, mas por um jornalista, o Pedro Rogério Moreira. Eu apoio a transferência, com base nos argumentos do próprio juiz que sentenciou Lula e que lhe reconheceu direitos de ex-presidente da República. Afinal, ele foi durante oito anos comandante-em-chefe das Forças Armadas do Brasil.

 

O caso do almirante
E já existe o caso do almirante reformado, Othon Pinheiro, condenado pela Lava-jato que cumpriu parte de sua condenação no Comando dos Fuzileiros Navais, no Rio (ele já está em liberdade). Não se trata, neste caso, de discutir se Lula é culpado ou não (eu acho que é); trata-se tão somente de cumprir a lei e dar ao condenado aquilo que o juiz Moro reconheceu como respeito ao cargo que ele exerceu. Tanto assim que mandou alojá-lo numa “sala de estado-maior”, para proteger a segurança do ex-presidente da República e ex-chefe supremo das Forças Armadas.

 

Lobão
Quem retorna ao Senado no próximo dia 20, após licença, é o senador Édison Lobão (foto). Vai percorrer mais tranquilamente os corredores da Câmara Alta, de cadeira de rodas, por dois meses. Depois de ter escorregado na porta de um restaurante, quebrou o fêmur. Na sua ausência, ocupou o gabinete o segundo suplente, pastor Bel. 

 

CARMÉN NA PRESIDÊNCIA DO PAÍS 
Nesta sexta, com a viagem de Temer ao Peru e dos presidentes do Senado e da Câmara, ao Japão e ao Panamá, respectivamente, a ministra Cármen Lúcia (foto) assumirá pela primeira vez o Executivo. Ela será a segunda mulher a exercer o posto.

 

raice
No prato dos europeus
O que comem os animais os animais que comemos? Um estudo da organização Mighty Earth alertou sobre a origem da alimentação dos animais que os europeus degustam. Apesar do controle rigoroso quanto ao uso de transgênicos na agricultura, as regras são bem mais brandas em relação à alimentação animal. Com essa ambígua norma europeia, o consumidor não sabe que está ingerindo produtos geneticamente modificados, sobretudo, quando consomem 40% de frango vindo de importação.

 

Soja tipo exportação
O Brasil é o maior exportador de soja para a União Europeia, representando 43,8% das importações do bloco. Segundo o Parlamento Europeu, 89% dessa soja é geneticamente modificada. Mighty Earth alerta que a importação de soja transgênica resulta em desmatamento na América do Sul. Índios que participaram do estudo ficaram estarrecidos quando souberam que a soja que desmata suas terras vai para o consumo animal, relata RFI. Atualmente os agricultores franceses combatem com veemência o acordo comercial entre MERCOSUL e UE.

 

Rodin e o padeiro
Quem disse que cozinhar não é arte? Futuros padeiros e confeiteiros estudam desenho e modelagem no Ateliê dos Escultores. A formação tem o objetivo de despertar expressões artísticas na gastronomia francesa. O ateliê é promovido pelo segundo ano, no Museu Rodin de Meudon (periferia de Paris) e patrocinado pelo premiado chocolateiro Patrick Roger. Se estivesse vivo, como modelaria Rodin um croissant?

 

Brasileiras
A fotógrafa francesa Olivia Gay expõe na Maison européenne de la photographie (MEP), em Paris, o trabalho de mulheres. As brasileiras fazem parte da inspiração da artista que retrata mulheres em casa, no convento ou na prisão. Destaque para série “Contemplações”, realizada no Rio de Janeiro, sobre as domésticas. O HSBC comprou a foto “Doméstica” para seu acervo e vai exibi-la em vários locais da França. Olivia Gay ganhou o famoso prêmio Joy Henderiks, do banco. Foto acima: “Doméstica”, foto de Olivia Gay, no Rio de Janeiro, 2013.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897