KUNG FU/WUSHU

Lutadores conquistam 12 medalhas de ouro em Campeonato Mineiro de Kung Fu

Por: João Oliveira | Editoria: esporte | 20/06/2018 | Visualizações: 2462

Ao fundo o mestre Márcio Zaqueu e os alunos André e Yago Clarismunde, respectivamente a sua esquerda; e os pequenos Yago Lovo e Vitor Hugo - Foto de Reprodução

O atleta e mestre em artes marciais Márcio Luiz Zaqueu e seus discípulos Yago Ribeiro Clarismunde, André Ribeiro Neves, Yago Henrique Lovo Souza e Victor Hugo de Souza Azevedo, que participaram do XXVI Campeonato Mineiro de King Fu em Belo Horizonte, trouxeram para São Sebastião do Paraíso um resultado que superou todas as expectativas, um quadro de 12 medalhas de ouro, que garantiu aos atletas uma chance de disputar campeonato brasileiro da categoria, que acontece em Londrina (PR), em setembro.
O destaque foi o aluno Yago Henrique Lovo Souza, de 9 anos, que conseguiu cinco medalhas de ouro nas categorias Mãos Livres, Espada, Bastão, Dulian de Mão e Dulian de Bastão. “Para mim, não foi uma surpresa, não é por acaso que o Yago Lovo conseguiu se classificar para integrar a seleção brasileira de Kung Fu/Wush. É um menino que tem tudo para ser um dos maiores nomes no esporte em São Sebastião do Paraíso”, destaca Márcio Zaqueu.
O mestre em artes marciais também conquistou duas medalhas de ouro nas categorias que disputou, entre elas Tai Chi Chuan Mãos Livres e uma medalha na categoria Espada. Já o atleta Yago Ribeiro Clarismunde, conquistou um ouro, três pratas e um bronze nas categorias Mãos Livres, Louva Deus, Bastão e Facão. Já André Neves conquistou dois ouros, uma pratas e um bronze, nas categorias Tai Chi Chuan, Mãos Livres, Facão e Louva Adeus. Vitor Hugo conquistou uma ouro em Dulian de Mãos e Dulian de Bastão, três medalhas de bronze em Mão Livres, Bastão e Espada.
A jornada até a competição, conforme destacou Zaqueu, não foi fácil. Os atletas tiveram que madrugar para encarar seis horas de estrada até a competição e mal tiveram tempo para descansar. “Lá, preocupei em fazê-los ficar focados nas apresentações já que não havia tempo para o cansaço, os resultados mostraram como eles estavam bem preparados. É um motivo de orgulho muito grande para a academia e para São Sebastião do Paraíso, que tem revelado grandes nomes no Kung Fu”, destaca.
O próximo passo é enfrentar o brasileiro que acontece em Londrina (PR), ainda este ano, o que também será um desafio, não somente no que se diz respeito aos treinos, mas para conseguir apoio a fim de conseguir arcar com parte das despesas de viagem. Zaqueu também não garantiu sua participação no Campeonato Mundial da Categoria, já que a esta altura já se torna praticamente impossível confirmar presença tendo em vista o alto custo de deslocamento e participação no evento.
“Apesar de tudo, o resultado foi muito melhor do que o esperado. Foi um campeonato muito bem preparado, tudo transcorreu muito bem e pontualmente conforme previsto. Não foi fácil toda essa trajetória, viramos o dia. Foram pelo menos 18 municípios e cerca de 400 atletas participando. Tudo foi muito bem planejado e ficamos orgulhosos de trazer esse resultado que mostra que temos feito um bom trabalho com essas crianças que estão trilhando um caminho de coisas boas e fazendo suas histórias dentro da modalidade e muito bem feita”, completa Márcio Zaqueu.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897