FACÇÃO CRIMINOSA

Polícia Civil cumpre mandados de prisão contra três membros de facção criminosa em Paraíso

Conversas pelo Whatsapp confirmaram a ligação do trio com a facção. Durante a operação, a polícia encontrou porções de maconha e cocaína
Por: Ralph Diniz | Categoria: Polícia | 12-06-2024 09:40 | 1673
Foto: Ilustração/Reprodução

Em uma operação coordenada pela 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, realizada entre o fim da tarde e o início da noite de sexta-feira, 7, em São Sebastião do Paraíso, três mandados de prisão e três de busca e apreensão foram cumpridos em um esforço concentrado para desarticular um esquema de tráfico de drogas e associação com uma facção criminosa.

No bairro São Judas Tadeu, as autoridades realizaram a prisão homem quando ele deixava sua residência. A operação de busca resultou na descoberta de substâncias análogas à cocaína e maconha, além de materiais usados para o preparo e distribuição das drogas, como embalagens vazias e uma balança de precisão. O celular do indivíduo também foi apreendido, revelando evidências de comunicação frequente com membros da facção criminosa.

Simultaneamente, no bairro Jardim Coolapa, o segundo alvo da operação foi detido enquanto trabalhava. Ele é apontado como integrante da mesma organização criminosa e já estava sendo monitorado pelas autoridades. Análises preliminares do primeiro indivíduo apontava que o segundo estava diretamente envolvido em conversas sobre as atividades ilícitas do grupo, reforçando a conexão entre os suspeitos. Mais tarde, um terceiro suspeito foi preso em flagrante delito pela Polícia Civil.

Os indivíduos foram informados de seus direitos constitucionais e, após a detenção, encaminhados para a delegacia para registro e medidas legais subsequentes. De lá, seguiram para o presídio local, onde permanecem presos. Segundo o responsável pela 4ª Regional, delegado Tiago Bordini, as prisões fazem parte de uma série de iniciativas que visam combater o tráfico de drogas e a influência de organizações criminosas em Paraíso. As investigações devem continuar em andamento, com a polícia destacando que novas operações podem ser desencadeadas à medida que novas informações sejam obtidas.